segunda-feira, 21 de maio de 2012

"Touradas"

Do livro "Touradas", com prefácio do Dr. António Maria Pereira, pai dos Direitos Animais em Portugal(*)
"O touro é um animal que nasceu para ser toureado… não temos culpa…
José Dias Paulo (embolador e fabricante de bandarilhas)

“Taking the Face: the portuguese bullfight” [Documentário] 2008

video

Trata-se de um retrato das actividades relacionadas com a luta dos pegadores de touros, filmadas um pouco por todo o País, durante cerca de dois anos.
No início de 2007, sou contactado pelo Sr. Juliusz Kossakowski, realizador deste filme, a fim de os Mordomos de Santo António deste ano, permitirem as filmagens das festas de Junho e Agosto, particularmente, as relacionadas com a Capeia e o Forcão.
Explanou a ideia, que era fazer um filme com as tradições dos pegadores de touros em Portugal, englobando também as nossas Capeias.
Todos os Mordomos, estivemos de acordo, oferecendo a melhor hospitalidade e colaboração em tudo aos nossos amigos visitantes, pela primeira vez nesta zona.
Ao longo de Junho e Agosto decorreram os trabalhos de recolha de imagem e testemunhos em Aldeia da Ponte, como fazendo parte deste filme, que vai ter a estreia mundial neste sábado, no antigo cinema Roma, com as restantes filmagens nas várias zonas do País, onde as tradições tauromáquicas estão mais implantadas, reportando-as neste filme, em que a nossa Aldeia tem a honra de estar representada.
O filme vai estrear agora, depois de um árduo trabalho dos realizadores e filmadores, levando um pouco da nossa Aldeia e do Concelho de Sabugal, por esse mundo fora.
Como todos sabem, as Capeias da Raia são fonte inesgotável de reportagens, permitindo colher imagens espectaculares todos os anos, chamando a atenção de muitos operadores, tanto nacionais como estrangeiros.
Esta é uma boa forma, entre muitas outras, de potenciarmos a nossa região, em termos de turismo, chamando cada vez mais visitantes à Raia e ao Concelho, por esta altura, pese embora, também haja quem não aprecie, por aí além, as Capeias. São opções, que têm de se respeitar, não pondo em causa, minimamente, o que já está entranhado no sangue, desde tempos bem longínquos e, que irá continuar, cada vez mais.
As gerações que aí despontam, mais o apreciam e se embrenham nesta tradição de muitos e muitos anos.
Transcrevemos, com a devida vénia, a descrição em Inglês, da ficha técnica do filme, do site www.takingtheface.com relativo a Aldeia da Ponte:
«Aldeia da Ponte: A tiny village in the northern edge of Portugal where the festa of the forcao takes place in homage to Saint Anthony, an event that might have been conceived by Monty Python’s Flying Circus in which a giant multi-tanged wooden fork is manned by the village’s ex-patriate sons in a pitched battle with the sacrificial bull

Touradas(*) Trata-se de um livro inédito no mercado editorial português: uma obra em que se assume abertamente uma postura anti-touradas. O livro, amplamente ilustrado com imagens fortes relativas ao espectáculo que se considera degradante, consta de um prefácio do Dr.António Maria Pereira, de poemas de M. Dulce Penaguião sobre as diversas facetas do espectáculo e, ainda, de uma breve resenha histórica da luta anti-touradas em Portugal, com especial incidência na própria Igreja Católica que chegou a emitir uma bula papal condenando e ameaçando de excomunhão quem participasse ou promovesse o espectáculo. Também é de realçar a postura de eminentes figuras do séc.XIX (Passos Manuel, que decretou a extinção num marco histórico do direito português, Castilho, Alexandre Herculano,entre outros, que em jornais e revistas assumiram abertamente o abolicionismo. O livro contém ainda excertos de uma recente acta da Câmara Municipal de Barcelona proibindo as touradas e a Declaração Universal dos Direitos dos Animais.

Sem comentários:

Enviar um comentário